Não foi possível carregar o Diqus. Se você é o moderador, por favor veja o nosso guia de problemas.

Leonardo Brasil • 1 ano atrás

Brunão, acho que encontrei um pequeno erro, segue:

Produtores é que “possuem” os clientes, esse que é DISPARADO o bem mais valioso que qualquer negócio
--->poder<---.

Você é o cara!

Abraço :)

Bruno Picinini • 1 ano atrás

Boua! Bem visto! Corrigi já! Obrigado! :)

Vitor Andrade Empreendonauta • 2 anos atrás

Fala Bruno!

Muito bom seu artigo!
Penso exatamente assim! A maioria acha que entrar no mundo digital e sair vendendo como Afiliado (leia-se "ganhar dinheiro" é fácil). Na verdade é simples, mas não é fácil. Além do que se você considerar trabalhar como empreendedor digital, deve-se fazer um trabalho consistente e que seja duradouro; a final quem não quer ter liberdade pro resto da vida!?
Sigo exatamente estes dois caminhos, uma hora puxa mais pra um, uma hora pra outo, um vai financiando o outro...e seguimos a jornada empreendedora!
Forte Abraço

Neo Ricalex • 2 anos atrás

Gostei do nome ! ah ah ah Empreendonauta ! ah ah ah Sucesso !

Vitor Andrade Empreendonauta • 2 anos atrás

Valeu Neo... empreendedor do cyber espaço, haha dá um confere lá depois www.empreendonauta.com.br

Bruno Picinini • 2 anos atrás

Sim. Eu acredito que se é pra investir a quantidade de tempo que é necessário pra criar um verdadeiro negócio online (seguro), então melhor já fazer aquele com mais segurança e controle :)

Pedro Martins • 2 anos atrás

A pessoa ler o artigo com a voz do Bruno na cabeça!

Excelente post,
Forte abraço!

Bruno Picinini • 2 anos atrás

Obrigado Pedro!

Felson Murumela • 3 meses atrás

Olá Bruno, espero que esteja tudo óptimo ai do outro lado, quando li o artigo afiliado vs produtor, percebi que ser um afiliado é muito menos seguro relativamente ao produtor, embora ser afiliado pareça pouco trabalho e rendimento rápido, não é algo que o Empreendedor Digital deve confiar principalmente a longo prazo, porque de noite para o dia o que a pessoa confiava a anos, pode simplesmente, parecer que nunca existiu e isso para qualquer ser humano é muito chato, da uma sensação de muita desvalorização.

A pessoa não esta trabalhando para si, mas sim para alguém (Produtor), que tem realmente poder directo no que o afiliado investe. Mas também tem suas vantagens para alguém novo nesse mundo (no caso eu), para conhecer o mercado digital.

Vim por este meio pedir para ser seu Afiliado, eu realmente gostaria de trabalhar para você, eu gostaria de trabalhar como Seu Afiliado para conseguir me investir em ser produtor futuramente, aprendendo a essência de ser um Produtor “investir em procurar o que realmente se quer no mercado digital, produzir exactamente isso ou algo melhor e fornece-las” que por sinal aprendi com o senhor. Aguardo ansiosamente seu parecer relativamente a este meu ponto pertinente

Um abraço

Victor Hugo Vieira • 11 meses atrás

Boa noite Bruno!

Adorei seu post! Parabéns!

Já adquiri seu curso e confesso que foi com a intenção de trabalhar como afiliado.

Agora que vi um vídeo no seu curso e este post minha mente abriu bastante, mas ao mesmo tempo me trouxe uma preocupação.

Meu planejamento com essas novas informações é trabalhar na fazenda, mas ir juntando dinheiro até eu poder comprar a minha própria. Deixando o plágio da sua história de lado, estou preocupado, pois, não tenho expertise em nenhum nicho.

Neste caso como faço para ser um produtor?

Desde já agradeço!
Victor Hugo.

Bruno Picinini • 11 meses atrás

Vc está lá no Férias Sem Fim? Tem uns tópicos na comunidade sobre isso. Senão crie um novo por lá pro pessoal poder colaborar também :)

Eliane Branco • 1 ano atrás

Oi Bruno, ok,...,e como faco para criar um infoproducto dentro de uma area que vejo que tem potencial.....seria um livro....um manual..ou algo assim....

Bruno Picinini • 1 ano atrás

Oi! Já viu os vídeos do https://FeriasSemFim.com? Explico exatamente isso :)

Elcio Thenorio • 1 ano atrás

Olá, Bruno. Excelente poder ter acesso a opiniões bem fundamentadas como as aqui expostas... Estou chegando agora ao Hotmart e de cara já imaginei um produto. Mas ao constatar todo o trabalho que teria em produzi-lo (coisa de meses) preferi focar em aprender primeiro a ser um afiliado, pareceu-me mais seguro. Mas agora - graças a este seu texto - entendo também este outro lado da moeda, que ser produtor no longo prazo pode ser mais interessante . O problema é que produzir pode ser um tiro no pé, porque dá muito trabalho e se vc errar o alvo terá perdido tempo e dinheiro preciosos, não é? A pergunta que lhe faço: Caso eu venha a criar o produto, como agir na sequência para que ele não fique "mofando" no Hotmart? Como "acender a chama" de um produto novo ali ? Terei de convencer algum "gerente de afiliados" de que meu produto é bom ou outra coisa desagradável parecida? Muito obrigado mesmo e abração

Bruno Picinini • 1 ano atrás

Produzir um produto não demora tanto assim não ;) Há jeitos e jeitos.

Já viu os videos em https://FeriasSemFim.com?

Falo mais sobre isso lá

Johnathan Pinheiro • 2 anos atrás

Bruno, já te acompanho a um bom tempo e você sempre surpreende na forma de escrita dos seus posts, parabéns pelo trabalho! Eu estava com uma pequena dúvida sobre afiliado, produtor, tempo, escassez e valores. Mas esse post ajudou muito a esclarecer essa dúvida e como já pensava antes no qual impressionante é ser um produtor, agora tenho essa ideia e desejo cada vez mais forte!
Obrigado e forte abraço pelo seu belíssimo trabalho e ajuda!

Bruno Picinini • 2 anos atrás

Bacana mesmo Johnathan! Vamo que vamo! #SeguimosNaLabuta

Rafael Oliveira • 2 anos atrás

E aí Bruno!

Excelente artigo (meio extenso rsrs...)! Nunca tinha pensado dessa forma. Realmente faz muito sentido esse ponto de vista. Tô sentindo isso na pele, afinal iniciei como afiliado. Mas eu trabalho como "afiliado/produtor". Eu não só gero tráfego pro produtor, mas gero conteúdos baseados no produto dele e capturo os leads. E só pra avisar aos leitores, aquele aluno lá do FeriasSemFim que vendeu como afiliado fui eu hehe :D
O curso é bastante completo e te da uma base incrível. Super recomendo!

Abraço Brunão, rumo às FeriasSemFim!!! :D

Bruno Picinini • 2 anos atrás

Isso aí Rafael! :)

Nos vemos lá no Férias Sem Fim!I

Samuel Lins • 2 anos atrás

Bom ponto de vista com o exemplo da fazenda. O que você acha sobre começar como afiliado para "crescer rápido" e usar o que construiu (conhecimento acumulado, capital financeiro e social, caso tenha uma lista e se relacione com ela) para se lançar no mercado como produtor? Isso tomando como exemplo alguém que comece do zero e precise gerar rápido algum resultado, mesmo que não tão seguro.

Bruno Picinini • 2 anos atrás

É uma boa sim Samuel! Como falei no post, afiliados pode ser uma excelente maneira de começar para testar o mercado e construir a sua lista.

Mas depois, a LONGO PRAZO, eu não focaria em ser SÓ afiliado porque é estar atuando em terra alugada:

Qualquer hora o rendimento pode sumir.

Gustavo Moraes • 2 anos atrás

Muito Bom!!! Uma pontinha de certeza da qual o tempo me fez esquecer.

De ser um produtor!

Obrigado Bruno, por me relembrar disso e por ajudar tanta gente com esse post!

Gustavo Moraes.

Bruno Picinini • 2 anos atrás

Sem problemas Gustavo! #SeguimosNaLabuta

Thais • 2 anos atrás

Nossa que post, você tem conteúdo Bruno, continue assim :)
Quero começar como produtor estou até criando o meu, é um pouco trabalhoso , mas é bom pois voc~e sabe o valor do seu produto e tem mais prioridade em fala sobre ele.

Mas tenho uma pequena dúvida Bruno no que colocou aqui no post acima.
Porque um produtor pode ter a conta bloqueada? é pelo hotmart ou banco? Isso que não entendi! Pode me esclarecer Muito Obrigada!

Bruno Picinini • 2 anos atrás

Obrigado Tais!

Digo conta bloqueada em qualquer sistema que você usar. Por exemplo anunciar em Facebook Ads:

Pode acontecer de eles não gostarem do que você tem – ou você falar algo que não devia – e ter sua conta bloqueada.

O risco existe sempre. Seja como afiliado ou produtor :)

Mas nada do banco ou algo assim.

gguelber • 2 anos atrás

Pelo que entendi não é o produtor que tem a conta bloqueada, mas sim os afiliados. O que acontece, simplificando um pouco, é que: Por algum motivo, após você investir seu tempo e dedicação na promoção de um produto que não é seu, você estará sujeito as regras e políticas do PRODUTOR. Um cenário bem possível (e justamente o mais perigoso) é o rápido sucesso de um produto devido à boa divulgação por parte dos afiliados, que gera uma "valorização" do nome e da marca do produtor, levando o mesmo a diminuir o valor da comissão por venda de cada afiliado (faz sentido, pois seu produto já se tornou popular, logo não se faz muito esforço para conseguir mais afiliados) devido ao aumento da demanda. Outro cenário seria o oposto, por exemplo: Você divulga da forma correta um produto como afiliado, porém devido à fracas políticas de controle criadas pelo produtor, muitos afiliados "queimam" o produto com spams e divulgação errada (como foi citado acima, oferecendo mais do que o produtor entrega), fazendo com que o produtor altere as políticas de maneira drástica, podendo ser você a vítima, tendo sua conta bloqueada, links removidos, comissão menor, dentre outras sanções. Espero ter ajudado. Estou com um projeto de criação de um fórum para formação de parcerias de negócios para iniciantes e profissionais. Não encontrei nenhum forum do tipo e estou tomando a iniciativa, embora não entenda nada de administração de forums. Conto com a ajuda de todos para criar uma comunidade promissora e que ajude vários a começar seu negócio online. Caso alguém tenha interesse em ajudar no desenvolvimento, segue o endereço:

http://parceirodigital.livr...

Abraços

Bruno Picinini • 2 anos atrás

Produtor pode ter também. Pode ter conta do FB Ads, Adwords e tantas outras.

Mas a vantagem é que você tem mais controle :)

Mateus Silva • 2 anos atrás

Cara por incrível que apareça me identifiquei com a parte do mercado livre ,PIRATARIA filha da **** , MEGA e 4Shared,são sites que tenho vontade de processa-los em bilhões!

Meu essas pessoas são IMPOSSÍVEIS, lidar com elas é fatal, eles compram nossos produtos por 1000 reais e vendem por 7,99, Pirataria é crime e como puni-los? Pois é, sem resposta, são anonimos... Fazer o que , 40% das pessoas não compram de nós porque podem se aproveitar disso. #diganãoapirataria no seu blog!

Bruno Picinini • 2 anos atrás

É uma verdadeira m#rd@ né não? :/ Mas faz parte.

Rafael Zenato • 2 anos atrás

Ótimo artigo, Bruno. Aliás, ótimo não, excelente!

Maaaas ainda tenho uma pergunta: nem todos têm uma expertise em um nicho lucrativo para atuar como produtor. Neste caso, produzir/lançar outra pessoa ou pagar alguém para criar um produto não diminui o controle do negócio como um todo também?

Por exemplo, se pago alguém para escrever um ebook num nicho que não tenho experiência... também não vou poder usar meu nome, nem colocar minha cara nos vídeos. E sempre que quiser melhorar o produto vou depender da pessoa que criou.

Grande abraço!

Bruno Picinini • 2 anos atrás

Depende como você fizer Rafael. Até falo mais disso no http://FeriasSemFim.com

Mas basicamente você pode por exemplo contratar um ghost writer – alguém que escreve PARA você.

Ai você é 100% dono do material e pode colocar seu nome.

Se você soubesse a quantidade de grandes autores que faz isso talvez você se surpreenderia ;)

Carlos • 2 anos atrás

Beleza Bruno? Cara, quero saber quando vai abrir de novo seu curso? E outra dúvida, eu estava pensando em comprar seu curso Edal, mas dentro desse novo curso seu, já é abordado tudo do Edal e mais?

Bruno Picinini • 2 anos atrás

Opa! Tudo bem Carlos?

O EDAL hoje não indico mais porque o foco agora é o http://FeriasSemFim.com em si. Um curso bem mais atualizado e prático.

Não é a versão 2.0 do EDAL, mas sim uma SUBSTITUIÇÃO completa. De um curso e metodologia 100% nova.

O EDAL hoje acredito que você não consegue nem comprar mais :)

Só o http://FeriasSemFim.com mesmo. Que, como falei, é BEM melhor.

Rafael Zenato • 2 anos atrás

Obrigado, Bruno!

Marcia Leopoldino • 2 anos atrás

Na minha opinião. . Não existe bom ou ruim Cada um tem o seu valor imagine se não tivesse Afiliados. . O produtor sozinho, alem de produzir ainda garimpar para vender sozinho o seu produto..
E o contrário , sem produtor não ha produtos. . Para o afiliado
Acho que esta questão nem deveria ser pauta..
uma vez que vc Atua como afiliado aprender a colocar e posicionar bem o produto .. o proximo passo é criar o seu próprio produtos. . Não tem crise É uma questão de escolha é uma opção que depende do momento onde vc se encontra!! Para mim um completa o outro é como queijo e a goiabada. .. Simples Assim. . !
Gratidão pelo espaço!

Bruno Picinini • 2 anos atrás

Se não tivesse afiliados? Simples: você mesmo venderia seu produto. Como todo mundo faz. São poucos que dependem EXCLUSIVAMENTE de afiliados.

É sim uma questão de escolha – algumas melhores outras piores.

Wellington Muniz de Souza • 2 anos atrás

Ótimo artigo bruno, tenho pensado muito sobre isso ultimamente, aconteceu exatamente isso comigo, me faturamento caiu por causa de fatores que não posso controlar, já penso em criar um produto!

Bruno Picinini • 2 anos atrás

Pois é. É um dos perigos. Por isso que acredito que a vida como produtor apesar de mais trabalhosa inicialmente, é mais estável

Isael • 2 anos atrás

Olá Bruno!

Seu ponto de vista é válido , mas tem espaço para os dois, e sempre vai ter campo para todo mundo.
Sou produtor, vendo meu produto direto ao consumidor, não uso nenhuma plataforma e não tenho interesse de usar plataforma, e estou crescendo muito, simplesmente usando meu site.

Sou Corretor de Sementes e Grãos e lancei um E-book ensinando as pessoas que querem ter autonomia em sua vida profissional.

MAXWEEL SANTOS • 2 anos atrás

ola bruno
sou novo no mercado digital e li alguns dos seus artigos e todo o seu manual que afinal de contas é muito bom. Mais ainda estou com com uma duvida que não para de me atormenta . Bom la vai, eu possao trabalha com as três ferramentas o adsense, afiliados e meu próprio produto?
Pq na minha cabeça é a forma mais segura !
AGRADEÇO DESDE JÁ

MAXWEEL SANTOS • 2 anos atrás

ola bruno sou novo nesse mercado online, agora que criei meu primeiro site, "dicas de saúde para quem não tem muito tempo", li alguns artigos e estou me perguntando milhões de vezes aqui. Sera se posso tentar ganhar dinheiro com três maneiras ? AFILIADOS, ADSENSE E COM MEU PROPRIO PRODUTO
Pq tipo, na minha cabeça seria a a forma mais segura.
Queria saber a sua opinião.

Bruno Picinini • 2 anos atrás

Eu escolheria um só. Senão é dor de cabeça na certa :)

Marcelo Cunha • 2 anos atrás

O melhor é ser produtor de quê? Há 12 anos fabrico fonte de alimentação, aquelas que todo mundo usa para fazer funcionar um equipamento eletrônico qualquer. Tenho um loja virtual (www.cibelytecnologia.com.br) porém nunca consegui decolar. Até no Mercado Livre eu vendo o que produzo. Para quem é produtor os desafios são enormes. Temos que ligar com a concorrência de fora (principalmente coreana e chinesa), um milhão de impostos, dependemos de matéria prima de fora do país. Acho que dependendo do que se produz, muitas vezes ser um afiliado reduz os riscos.

Bruno Picinini • 2 anos atrás

A minha PRIMEIRISSÍMA recomendação é ser um INFOprodutor: vender conhecimento em formato de ebook, videos, audios, etc.

Até software é outra boa

Isso para evitar justo muitos dos problemas que vender prodto físico tem :)

Dá uma olhada nessa série de vídeos que de repente te ajuda:

http://academiadigitalagora...

suelem • 2 anos atrás

olá bruno!

recentemente vi um vídeo seu sobre: Por que blogs são a pior maneira de ganhar dinheiro.
neste vídeo vc falava que ia ensinar como usar todas todas as ferramentas necessárias para criar, passo a passo uma pagina de captura, um mail log, um info produto, criar softr ,etc. levando em conta de que não sei nada de informatica e que preciso de algo bem detalhado.
Gostaria muito de aprender pois não sei por onde como começar.
abraços!!

Bruno Picinini • 2 anos atrás

Opa, dá uma olhada aqui Suelem: http://academiadigitalagora...

Rodrigo Vieira • 2 anos atrás

Poxa Bruno, minha "estratégia" para iniciar no marketing digital VAI CONTRA TUDO que você diz. E isso me deixa com não só uma, mas várias pulgas atrás orelha, de tanta preocupação.

Eu tenho 16 anos e sou novo nessa área. E obviamente careço de vários recursos: conhecimento, dinheiro, permissão civil e por sí vai.

Eu estava planejando criar um blog, criar um público pouco a pouco, depois começar a vender produtos como afiliado, daí quando me estabilizasse financeiramente viraria produtor.

Na verdade, eu estou louco para criar um blog. O Henrique simplesmente penetrou isso em uma cabeça com seus artigos fodas.

Compraria os cursos como o EDAL, UDAP, MAV e FL. E estudaria muito o assunto, e finalmente me tornaria um produtor.

Para mim aparenta ser a estratégia mais "plausível", até pelo fato de que seria necessário investir muita coisa (tempo, dinheiro...) para me tornar um produtor. E com riscos altíssimos.

Mas obviamente isso é o que eu penso, e acredito que você discorde com todas as forças. E é por isso que eu gostaria de ouvir sua opinião. (É bom ouvir os dois lados da história, haha)

Qual você acredita ser o melhor modo para um jovem de 16 anos começar? Sendo produtor logo de cara?

Abraços Bruno, e perdão pelo tamanho!

Bruno Picinini • 2 anos atrás

Então, todos caminhos são viáveis. Como afiliado pode funcionar sim, mas tem esses poréns que eu aviso no artigo.

Eu pessoalmente focaria em criar sua lista como estava planejando mas já partir para tentar vender algum produto seu (como um infoproduto) dentro de uma área que você tem interesse :)

Mas pode também começar como afiliado para testar seu mercado.

Rodrigo Vieira • 2 anos atrás

Você acha que valeria mais a pena eu dedicar todo o meu esforço para a criação do info-produto?

Você acha que há algo errado com essa estratégia: começar o blog e render um pouco sendo afiliado, e enquanto isso produzir um info-produto?

Eu realmente não faço ideia de como começar do 0 sendo produtor, sem que as chances de fracasso por falta de experiência e até de recursos sejam altíssimas.

Bruno Picinini • 2 anos atrás

É válido sim. Eu não acho o melhor caminho porque trabalhar "como afiliado" engana. Parece rápido e fácil. Mas você deixa de aprender um monte de coisa que é o que dá resultado mesmo.

Mas cada um cada um.

Obviamente que sou suspeito de falar porque trabalho como produtor. Mas é realmente minha opinião :)

Depois se quiser ver para ser produtor, pode ver mais informações no meu curso: http://academiadigitalagora...